quarta-feira, 1 de setembro de 2010

O Mar e a Noite!

A música entrou pelas portas dos ouvidos atentos, percorreu os corredores da mente inquieta e explodiu por todos os poros respiráveis, por onde passaram ares dançantes!
Corri por entre os acordes de dentro de mim e num quarto trancado por dentro e por fora encontrei você.
Você fugia tentando não ouvir minha voz. Pensando ser essa a rota perfeita. Mas o som ecoou, achou uma fresta e entrou com o pouco ar que te restava para respirar.
Então a porta abriu-se, primeiro por fora, depois por dentro.
Você olhou nos olhos da minha boca. Beijou a voz que saia do meu peito. Molhou a língua nos meus cabelos. Respirou a minha barba. E dançou dentro dos meus olhos negros. 
Depois caiu no oceano de si e perdeu-se por alguns instantes. 
Te pensei sozinho e saudoso. Chamei-te de volta pra fora e saíste do teu mundo azul.
Agora não somos mais nós. Não apenas. Agora há mais do que só dois. Agora somos muitos. Somos o mar e a noite. Somos um de você e muitos de mim!
Amanhã vou comprar uma bicicleta!

Um comentário:

Pitty disse...

Adorei! Eu sou sua fa! =)