sábado, 10 de abril de 2010

Saber Ser

Falo tanto de amor.
Falo tanto e nada sei.
Falo tanto e nada amo.
Falo tanto e nunca calo.


Só falo. Só. E sempre só.
Falante, só e errante.
Errando ao vivo
Para quem quiser ver.


Escrevendo o que falo
E de fato não vivo.
Amo de um jeito
Que ainda estou descobrindo.


Amo de quase todas
As formas possíveis.
Mas ainda me falta
Aprender a ser.


Saber amar é fácil.
Difícil, é saber ser amado!

2 comentários:

Cassio disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Cassio disse...

Curti muito as suas poesias man; um incentivo pra mim. Vou começar a divulgar outros escritos empoeirados...